Como escolher bons fornecedores para a sua obra

Ao iniciar uma obra, alguns critérios devem ser levados em consideração, como a escolha dos fornecedores. É preciso avaliar muito além do preço, como normas técnicas, credibilidade, prazos de entrega, custo-benefício e qualidade, para evitar transtornos com prazos, troca de materiais, produtos falsificados, entre outros. 

 

Quando chega o momento de reformar um imóvel, muitas pessoas podem, simplesmente, perder o controle do processo. Há muitos detalhes com os quais se preocupar, como mão de obra, tempo, dinheiro e, claro, material. A escolha do material pode ser bem complicada, pois os melhores fornecedores para obra não são sempre óbvios.

 

Calma, você não tem por que ficar perdido! É tudo uma questão de saber pelo que procurar, onde e como. Tirar um tempo para avaliar os fornecedores facilitará bastante o processo, além de assegurar a qualidade geral da obra. E, com todo o dinheiro que você está investindo, qualquer garantia é válida.

 

Veja a seguir, quatro passos para que a escolha dos fornecedores seja assertiva:

 

  1. Pesquisa de mercado: antes de fechar qualquer compra, é importante que você faça uma pesquisa sobre a empresa que pretende escolher e, também, sobre outras opções disponíveis no mercado. O objetivo dessa pesquisa é, principalmente, verificar a reputação e a integridade da empresa. Avalie se ela cumpre suas obrigações, está em dia com a justiça e tem uma boa opinião pública. Pode ser um pouco trabalhoso, sabemos, mas é melhor dedicar um tempo às pesquisas que assinar com o primeiro nome que aparece em sua lista e depois se arrepender.
  2. Priorize indicações: apesar de tudo, é difícil avaliar todas as opções de fornecedores para obras em profundidade. O único jeito de fazer isso seria contratar todas as opções separadamente e fazer uma análise a partir disso. Por isso, o método mais eficiente é buscar indicações. Fale com pessoas que já usaram serviços de diversos fornecedores e coloque esses nomes em prioridade na sua lista. Podem até não ser os mais vantajosos no papel, mas a garantia do resultado é bem maior.
  3. Compare orçamentos e garantias: falando em “papel”, boa parte da sua decisão deve sair da análise do orçamento e da cobertura de garantia da empresa. O custo total de materiais, transporte e tudo mais é um fator limitante para quem não tem tanto capital. Além disso, pode valer a pena pagar pela garantia da mercadoria. Dessa forma, se houver algum problema, como um defeito de instalação ou acidente, você ainda terá a mesma quantidade de material para trabalhar em sua obra.
  4. Avalie a qualidade da mercadoria: por fim, os fornecedores para obras devem oferecer alguma amostra do material antes que você faça sua escolha. Só assim você tem uma chance de conferir a qualidade do que vai colocar no seu imóvel antes de comprometer o seu orçamento. O importante, aqui, é sempre ter algo que atenda às suas demandas, tanto de custo quanto de funcionalidade, mas que proporcione a melhor relação entre custo e benefício. Ou seja, maior qualidade com o preço mais em conta.

 

A Hidrodema conta com os produtos inovadores. O objetivo é oferecer aos clientes marcas de renome no mercado com o melhor custo-benefício que agrega inovação, qualidade e praticidade na instalação.

Fonte: embracon.com.br

Crédito da imagem: iStock.com/shapecharge